DLO – Análise Funcional do Sistema Nervoso


O que é Avaliado na Análise Funcional do Sistema Nervoso:

• Análise dos Transtornos de Ansiedade. • Reserva Funcional (Deficiência Nutricional e ou suplementação insuficiente). • Intolerância à Glicose (pré-diabético ou excesso de açúcar circulante). • Estresse Adrenal, Hiperatividade e Déficit de atenção. • Intolerância Alimentar (níveis leve, moderado ou Severo). • Transtornos digestivos : alterações de peso, fadiga crônica. • Análise da capacidade de Relaxamento e bem estar emocional. • Estado de Resiliência: Angustia, Distress e depressão Nervosa. • Análise da variabilidade cardíaca: Condição Funcional do coração. • Distúrbios Cardíacos (estresse, déficit cardíaco, emocional). • Análise das ondas do Cérebro (alta atividade, esgotamento etc).

Benefícios Comprovados Cientificamente:

• Em apenas um mês de treinamento, a queda na pressão sanguínea representou um índice igual ao que seria esperado se tivessem perdido dez quilos em um regime, e foi duas vezes maior do que se tivessem feito uma dieta livre de sal. • Em um mês de treinamento houve uma melhora notável no equilíbrio hormonal. Como por exemplo a porcentagem de DHEA, dobrou. A porcentagem de Cortisol (hormônio quintessencial do estresse, associado ao aumento da pressão sanguínea, ao envelhecimento da pele, à perda da memória e do poder de concentração) caiu 23%. • As mulheres mostraram excelente melhora nos sintomas pré-menstruais, com menos irritabilidade, depressão e fadiga no trabalho.

• Tensão física: cai de 41% para apenas 15%, •Insônia: cai de 34% para apenas 6%, 1 IL • Dores em geral (LER, ATM, orofacial, bruxismo, dor nas costas, etc): redução de 30% para 6%. • Pessoas que diziam estar ansiosas na maior parte do tempo: redução de 33% para 5%. • Insatisfação pelo trabalho: redução de 30% para 9% • Palpitações freqüentes (ou o tempo todo) estimulados após um agente estressor: diminui de 47% para 25% em 1 mês. • 80% dos executivos não se declaravam mais Exaustos e com queda significativa de dor; • Em apenas 2 meses, houve um aumento significativo na vontade de realizar exercícios físicos e na relação sexual; • Elevação do Controle Emocional satisfatório dentro da Empresa. • Todos descreveram que adquiriram uma nova habilidade de lidar com os próprios sentimentos. Chegam a compreender exatamente quando vai ocorrer um episódio de raiva e pensamentos negativos. Com isso, relataram uma habilidade de contornar melhor estas sensações. Declaram viver melhor no trabalho. • Durante todo o trabalho, não houve utilização de medicamentos ou hormônios sintéticos.

• Melhora no ciclo sono-vigília; • Auxiliar nos tratamentos de doenças degenerativas; • Diminuir Estresse e Auxiliar no tratamento da Depressão; • Regulador hormonal; • Controle do cansaço e desânimo; • Auxiliar no equilíbrio dos sistemas endócrino, imune, digestivo, linfático e reprodutor; • Controle Cardiovascular; • Qualidade de vida e bem estar; • Complementar em tratamento e prevenção do enfarto.
fonte : The instinct to heal, David Servan-Schreiber, publicado por Rodale Inc., EUA.

Neurometria Funcional: Aplicações Complementares
• Distúrbios Respiratórios; • Transtorno Obsessivo Compulsivo —TOC; • Síndrome do Pânico; • Maior controle sobre comportamento Agressivo e Passivo • Auxiliar em casos de TPM • Reequilíbrio Neuromuscular • Distúrbios de Foco e Atenção; • Meditação: Utilizado para aumentar a eficiência da Respiração Diafragmática entre outras. • Dificuldade de Concentração no trabalho e estudos; • Dificuldade de Raciocínio lógico; • Dificuldade de Leitura e Interpretação; • Dificuldade de memória; • Dificuldades Dificuldade em fazer provas e/ou aprendizagem em geral; • Complementar no tratamento para baixo rendimento escolar e desmotivação para o estudo.


0 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *